XXV Encontro-Festival Regional de Tunas e

Orquestras de Bandolins da Madeira 2010

A Associação de Bandolins da Madeira, baseada num critério da melhor funcionalidade possível, assim resolveu dispor a ordem de apresentação das Tunas, Agrupamentos e Orquestras de Bandolins, no XXV Encontro–Festival Regional de Tunas e Orquestras de Bandolins, a decorrer a 25 e 26 de Setembro 2010, no Auditório do Centro Cultural e Paroquial de Santa Cruz, no concelho de Santa Cruz “Município da Cultura 2010”.


Início do XXV Encontro-Festival Regional de Tunas e Orquestras de Bandolins

A começar às 20H00 horas do dia 25 de Setembro/2010, com os seguintes Agrupamentos a interpretar uma única música com a duração máxima de 4 (quatro) minutos.

1. Tuna Infanto-Juvenil Ribeira-bravense;

2. Tuna de Bandolins da Casa do Povo da Camacha;

3. Grupo Coral e Instrumental da Casa do Povo da Calheta;

4. Tuna de Bandolins da Casa do Povo do Faial;

5. “Tunacedros” da Casa do Povo de São Roque do Faial;

6. Orquestra de Bandolins da Casa do Povo de São Roque do Faial;

7. Tuna de Câmara de Machico;

8. Orquestra Amadis da Casa do Povo de Gaula;

9. Tuna de Bandolins da Associação Cultural e Recreativa do Porto Moniz;

10. Tuna de Bandolins da Casa do Povo da Ponta do Sol;

11. TUMa – Tuna Universitária da Madeira;

12. Tuna D´Elas – Tuna Feminina da Universidade da Madeira.

Encerramento do XXV Encontro-Festival Regional de Tunas e

Orquestras de Bandolins

A começar às 16H00 horas do dia 26 de Setembro/2010, com as seguintes Orquestras de Bandolins, a interpretar música até à duração máxima de 15 (quinze) minutos.

1. Orquestra de Bandolins da Madeira;

2. Ensemble de Bandolins AGCFM;

3. Orquestra Bandolinística Ribeira-bravense;

4. Tuna de Bandolins do Gabinete Coordenador de Educação Artística;

5. Orquestra de Bandolins do Gabinete Coordenador de Educação Artística;

6. Orquestra de Palheta da Associação de Bandolins da Madeira.

O primeiro Encontro Regional de Tunas e Orquestras de Bandolins da Madeira realizou-se na freguesia da Camacha, por iniciativa da Tuna de Bandolins da Casa do Povo da Camacha, e este ocorre no mesmo concelho, agora “Município da Cultura 2010”. Todos os Encontros passaram pelos onze municípios da Região Autónoma da Madeira, tendo sido um evento anual sempre apoiado e acarinhado pela Direcção Regional dos Assuntos Culturais e por todos os Municípios por onde passou. Ao fim de 25 anos observamos uma grande evolução técnica e artística, e algumas Tunas evoluíram para pequenas Orquestras e Ensembles, fruto do esforço que tem sido feito por parte dos directores artísticos, e o árduo trabalho para a constante renovação anual dos Agrupamentos, devido à saída de elementos para fora da Região, por motivos de estudo e trabalho.

Esta é a primeira vez que participa a Orquestra de Palheta da Associação de Bandolins da Madeira, resultado do III Estágio de Bandolim da Associação de Bandolins da Madeira, que decorreu no início deste mês sob a direcção técnica, didáctica e artística do professor e maestro madeirense Norberto Gonçalves da Cruz.

Por uma questão de mudança dos tempos e de um maior aprimoramento na evolução técnica e artística, este XXV Encontro-Festival é o último, e de futuro será transformado num anual “Festival de Bandolins da Madeira”, aberto à participação de Agrupamentos de fora da nossa Região, quer sejam de Portugal ou do Estrangeiro. Ainda, anotamos a necessidade de um primeiro Estágio (ou similar) anual de “alto nível” da Orquestra de Palheta da Associação de Bandolins da Madeira com concerto final, como foi o caso do deste ano 2010, com o magnífico concerto de nível internacional, no passado dia 11 Setembro, no Auditório do Centro Cultural John Dos Passos, e, de um outro segundo Estágio (ou similar) anual de nível mediano com concerto, destinado aos músicos menos preparados.

Ao público ouvinte e a todos os músicos, desejando a fruição da alegria e de todos os sublimes valores intrínsecos da Música a única Arte de Ciência Cósmica dos Sons que em toda a latitude cósmica é linguagem universal, une e confraterniza os homens e faz-se entendível em qualquer ângulo do nosso planeta, em prol da modernidade e evolução da “Música e Cultura” da Região Autónoma da Madeira, subscrevemo-nos com os nossos cumprimentos cordiais e fraternos.

Santa Cruz “Município da Cultura 2010”, 25/Setembro/2010

Guilherme de Abreu Correia – O Presidente da Direcção da Associação de Bandolins da Madeira