Orquestra Bandolinística Ribeirabravense

A Orquestra Bandolinística Ribeirabravense foi fundada no ano de 2002 no âmbito da Escola “Mais e Melhor Música” Co-projecto da Casa do Povo da Ribeira Brava e a Associação Cultural e Desportiva de S. João, apoiado pela Câmara Municipal da Ribeira Brava.

É constituída actualmente por 25 elementos distribuídos pelos naipes de 1.º, 2,º, 3,º bandolim, bandola, bandoloncelo e viola clássica.

Dedica-se especialmente à música erudita, clássica e não clássica cumprindo um programa anual de concertos, especialmente em salões e auditórios.

A Orquestra Bandolinística Ribeirabravense é detentora de um excelente curriculum, que inclui participação em Festivais e Encontros Regionais de Tunas e Orquestras de Bandolim, programas radiofónicos e televisivos, concertos e espectáculos em todos os concelhos da Madeira, incluindo Porto Santo e uma digressão pelo continente português com concertos em Viana do Castelo, Coimbra, Lisboa e Alentejo.

Orquestra Bandolinística Ribeirabravense

A Escola de Formação musical coordenada por alguns elementos do grupo, é frequentada actualmente por cerca de 80 alunos distribuídos por vários níveis e disciplinas.

No âmbito da Escola de Música funcionam, além da Orquestra Bandolinística Ribeirabravense, mais quatro agrupamentos, a referir: Tuna Infanto-Juvenil Ribeirabravense, Ensemble de Violas Ribeirabravense e Tuna de Instrumentos Tradicionais Ribeirabravense.

A direcção artística é do professor Eleutério Côrte, coadjuvado pelos professores Emanuel Faria e Helena Sousa.

Director Artístico/Responsável: Eleutério Côrte